Home » Noticias » Novo ano letivo já arrancou na Madeira

Novo ano letivo já arrancou na Madeira

Novo ano letivo já arrancou na Madeira
O Ano Lectivo 2013/14 inicia-se hoje. São 207 as escolas da Região, públicas (142) e privadas (65) que, a partir de hoje, abrem as portas a 48.913 alunos (incluindo os alunos com necessidades especiais). A maioria dos alunos está concentrada no 1.º (11.643) e 3.º Ciclo (11.208), seguindo-se o Secundário (10.011).

De acordo com os dados divulgados na última semana pela Secretaria Regional da Educação e Recursos Humanos, o ano lectivo 2013/14 começa com menos 2.136 alunos inscritos, comparativamente ao ano lectivo transacto.

Esta redução de alunos nos estabelecimentos de ensino da Região deve-se à descida das taxas de natalidade e ao aumento da emigração. A actual conjuntura sócio-económica é também um factor que explica a redução de alunos nas escolas, sobretudo nas creches e pré-escolar, onde o ensino não é obrigatório.

Refira-se que a diminuição de crianças e jovens nas escolas, não é novidade, pois é um já um fenómeno que tem vindo a ser observado nos últimos anos.

Este ano lectivo, os estabelecimentos de ensino da Região vão ter cerca de 6.050 professores a leccionar, dos quais 4.726 pertencem aos quadros e 1.316 viram os seus contratos renovados. Além disso, 146 professores foram este ano vinculados nos quadros.

Este ano lectivo traz algumas novidades. Uma delas é a Escola Profissional Dr. Francisco Franco (EPFF). A outra, prende-se com a educação especial, para a qual foram criadas mais cinco unidades de ensino especializado.

De referir que, apesar de o Ano lectivo 2013/14 iniciar-se oficialmente hoje, dia 17, as escolas dos 2.º e 3.º Ciclos, que têm autonomia própria, podem dar início às aulas até quinta-feira, dia 19 de Setembro.

Este ano foram criadas salas de creche em algumas escolas do 1º. Ciclo, por forma a dar resposta a algumas necessidades da comunidade.

Sindicato dos professores da Madeira manifesta preocupação

O Sindicato dos Professores da Madeira (SPM) manifestam preocupação relativamente ao novo ano lectivo. Em conferência de imprensa na sede deste sindicato, Sofia Canha disse ontem que a abertura do Ano Lectivo 2013/14 « fica marcada por uma grande instabilidade nas escolas e na vida de muitos professores, decorrendo o processo de colocações tardio e moroso».

De acordo com a presidente da direcção do SPM «há dezenas de professores que ainda não conhecem a escola onde vão leccionar, outros desconhecem o seu horário».

Outra questão apontada prende-se com a «redução dos docentes contratados». Sofia Canha contou que «em dois anos o número de renovações de contrato diminuiu em 20% e atinge cerca de 400 professores, apesar de o sistema ter perdido largas dezenas de docentes por conta da aposentação».

As circunstâncias económicas do País e o desemprego, que forçaram muitas famílias a emigrar e a retirar as suas crianças dos estabelecimentos de ensino, bem como a diminuição demográfica, conduziram à redução de crianças nas escolas. Fenómeno que, segundo Sofia Canha, é mais acentuado na educação pré-escolar.

«Apesar da diminuição de alunos, continua a constituir-se grupos e turmas com 26 ou mais crianças atingindo, nalguns casos, 30 alunos, com consequências negativas na qualidade do processo de ensino/aprendizagem», destacou.

Jaime Freitas visita hoje escolas da Região

A marcar a abertura do Ano Lectivo 2013/2014, o secretário regional da Educação e Recursos Humanos visita hoje quatro escolas da Região.

Jaime Freitas começa por visitar, pelas 9 horas, a Escola Básica do 2.º e 3.º Ciclos Bartolomeu Perestrelo e, às 10 horas, a Escola Básica do 1.º Ciclo com PE Visconde Cacongo, ambas no Funchal.

Por volta das 11:30, o governante segue para Câmara de Lobos, para a Escola Básica do 1.º Ciclo com PE da Lourencinha.

As visitas continuam na parte da tarde, no concelho da Calheta, onde o secretário regional da Educação e Recursos Humanos irá, pelas 17:30, marcar a sua presença na Escola Básica do 1.º com PE do Lombo do Guiné.

Às 19:30, assistirá à missa na Igreja Nova do Lombo do Atouguia, mandada celebrar pela Delegação Escolar da Calheta.

Jornal da Madeira

DESCUBRA AS ESCOLAS DE MACHICO AQUI !

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *